São Lucas Natal 17
imoveis vargas

Polon pede Ensino Médio em Quintão, apoio para o sopão solidário e nomeação de concursados

By on agosto 28, 2017
Polon - tribuna (jul17)

Após enviar ofício à Secretaria Municipal de Educação na semana passada, o vereador Polon Oliveira (PTB), de Palmares do Sul, ocupou a tribuna, onde cobrou novamente do Poder Executivo a implantação do Ensino Médio na Escola Bento Gonçalves, em Quintão. O pedido é de que a Secretaria de Educação faça um estudo de viabilidade para municipalização deste grau de ensino.

“Quintão tem muitos estudantes; e os jovens acabam indo embora por não terem o ensino perto de casa. Se formam em torno de 50 alunos por ano nas séries finais do Ensino Fundamental e os mesmos precisam se deslocar do nosso distrito. Peço que pelo menos se estude a possibilidade, que seja dado um passo inicial”, reivindica Polon.

Antes, ocupou a tribuna livre o morador de Quintão, Paulo Pachá, responsável pelo sopão solidário que alimenta muitas pessoas carentes há anos. Pachá pediu um socorro aos vereadores e ao público presente, tendo em vista sua delicada situação financeira, com o intuito de que se prossiga o projeto da sopa. “O Pachá nos deu uma lição de vida. Nos fez refletir que muitas vezes os nossos problemas são pequenos demais comparados aos que foram falados, como a fome e depressão, por exemplo. O Quintão talvez seja o distrito mais carente, onde dia a dia vemos pessoas com fome, jovens no mundo das drogas e do crime e muitas vezes não prestamos atenção no que está logo ali. O que o Paulo faz é sem interesse nenhum, é um trabalho voluntário pelo bem de todas as pessoas. E nós estamos tendo uma oportunidade de ajudar; todos nós podemos colaborar de alguma forma. Basta procurá-lo em seu escritório, no Quintão, na Associação do Rei do Peixe ou procurar os locais de doações nos mercados de Palmares”, relata o vereador, pedindo a colaboração de todos.

CONTRATAÇÕES x CONCURSADOS – Está na pauta da Câmara de Vereadores, para análise e votação, cinco projetos voltados à contratações. Sobre isto, o vereador Polon, que é presidente da Comissão de Orçamento e Finanças, usou a palavra para discutir questões que cercam a aprovação: “Fiz o pedido de informações ao Executivo quanto ao índice que se encontra a folha de pagamento hoje e uma projeção já com todas essas contratações e com a GE do enfermeiro; tendo em vista que estamos nos aproximando do final do ano e, para se enquadrar na Lei de Responsabilidade Fiscal, o prefeito tem um limite máximo de gasto com pessoal. E nós acabamos aprovando diversas contratações, lógico que algumas se justificam em função das licenças de servidores, mas tem outras que não apresentam a mesma justificativa. O que ocorre é que tem casos onde estão sendo contratadas pessoas por tempo determinado em cargos de pessoas que já foram aprovadas no concurso. Repito mais uma vez: se a pessoa presta um concurso público e é aprovada, e vem o prefeito e contrata por prazo determinado, sem fundo, sem férias e sem 13º, isso é um desrespeito com quem presta concurso, com as pessoas que estudaram e foram aprovadas. Eles têm que ser nomeados, e não contratados. Por isso a importância do índice da folha e a justiça com os concursados”, enfatiza.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentarios sobre a noticia

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

shared on wplocker.com