São Lucas Natal 17
imoveis vargas

Psicopedagoga palmarense visita Escola da Ponte, em Portugal

By on novembro 14, 2017
Sionara - Escola da Ponte capa

A professora e psicopedagoga Sionara Camargo Campos, de Palmares do Sul, esteve no mês de outubro visitando a Escola da Ponte, em Portugal. O objetivo foi de buscar e aprofundar-se em conhecimentos através de uma escola com foco na autonomia dos alunos.

Fundada há mais de 30 anos pelo professor José Pacheco, a escola desenvolve o Projeto Fazer a Ponte, que defende, desde sempre, a promoção da autonomia e da consciência cívica dos alunos, privilegiando o seu progressivo envolvimento nas tarefas e na responsabilidade de gestão da escola. O mesmo professor, que atualmente tem vivido mais no Brasil, implantou o projeto Ancora, nos mesmos moldes, em São Paulo.

“Fui recepcionada pelos próprios alunos e pela coordenadora Ana Moreira para conhecer o espaço físico e a metodologia. Trata-se de um projeto pedagógico muito diferente; onde 11% dos alunos são de inclusão, como autistas, por exemplo. A didática é baseada na autonomia, conforme os objetivos e os níveis de aprendizado (iniciação, consolidação e aprofundamento); feita em grupos de trabalho”, explica Sionara, relatando ainda que a escola é pública.

Segundo ela, as iniciativas dos alunos são muito valorizadas. O planejamento é semanal, e envolve as questões pedagógicas, educacionais e administrativas. Existe a “caixinha de segredos”, que fica disponível para todos os alunos relatarem experiências a serem debatidas em uma assembleia semanal de alunos, professores e direção, como bullying, por exemplo. Após a discussão nessa assembleia, são tomadas decisões.

“Percebi que é algo muito distante do que fazemos, que envolve toda uma metodologia diferente, mas que se o grupo escolar quiser fazer torna-se possível; tendo uma escola mais participativa. O primeiro brasileiro que ouvi falar sobre tema foi Rubem Alves, através da obra ‘A escola com que sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir’, e digo o mesmo; essa escola existe, é um ideal, e podemos buscá-lo. É muito recomendado a todos os professores que se aprofundem nesta metodologia”, finaliza Sionara, indicando o curso on-line “Fazer a Ponte”, que iniciará dia 20 de novembro (acesse aqui).

Um comentario

  1. Elena maria farias Martins

    14 de novembro de 2017 at 12:28

    Sionara já te admirava agora então. ….meus parabéns pela iniciativa, nosso Brasil precisa de mais pessoas assim. Em meio a tantas noticias ruins, mas a gente acredita que pode ser melhor, mais uma vez parabéns.

Comentarios sobre a noticia

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

shared on wplocker.com